Disciplina - detalhe

LCF0130 - Resolução de Problemas Florestais


Disciplina de Graduação

Objetivo
A essência do trabalho na Engenharia Florestal é o desenvolvimento de soluções para problemas ligados ao manejo de recursos florestais e conservação da Natureza. A formação técnico-científica fornece elementos e ferramentas fundamentais para esse processo, mas a busca das soluções exige, além do conhecimento técnico-científico, o conhecimento do método científico aplicado às particularidades da profissão e o desenvolvimento de atitudes profissionais adequadas ao exercício profissional. O objetivo dessa disciplina é levar os alunos, através do estudo de casos profissionais, a desenvolver as atitudes profissionais apropriadas e a aprender abordagens adequadas na solução de problemas florestais.

Programa resumido
Uma série de casos de problemas florestais são apresentados aos estudantes para que eles desenvolvam resoluções. Grande ênfase é dada ao uso do método científico aplicado à Engenharia Florestal, à elaboração e redação de relatórios e textos técnicos e à reflexão de termos pertinentes ao exercício da profissão.

Programa
A disciplina se propõe discutir, investigar e analisar problemas florestais típicos do exercício da profissão de Engenharia Florestal. Para isso alguns problemas são apresentados aos alunos para que eles desenvolvam um projeto de resolução de problema, dentro dos padrões da Engenharia Florestal. Conteúdo de apoio é apresentado na forma de algumas aulas expositivas sobre: (1) Método Científico e Resolução de Problemas; (2) Leitura e Discussão de Textos Técnicos; (3) Elaboração de Relatórios e Redação Técnica; (4) Coleta, Análise e Confronto de Dados. Durante as aulas são realizadas discussões de textos previamente indicados para leitura visando a reflexão e o amadurecimento dos estudantes tanto no processo de resolução de problemas, quanto no exercício da profissão florestal.

Bibliografia
BIEGUELMAN, b. 1994 Curso Prático de Bioestatística. Sociedade Brasileira de Genética.

BRADLEY, G.A. Urban Forest Landscapes: integrating multidisciplinary perspectives In: Urban Forest Landscapes: integrating multidisciplinary perspectives. Seattle and London, University of Washington Press, Seattle, 1995. p. 03-11.

CONGALTON, R.G. Accuracy assessment and validation of remotely sensed and other spatial information. International Journal of Wildland Fire, Manitoba, v. 10, p. 321-328, 2001.





COUTO, H.T.Z. Métodos de amostragem para avaliação de árvores de ruas. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ARBORIZAÇÃO URBANA, 2., 1994, São Luis. Anais... São Luis/MA: SBAU, 1994. p.169-179.

FIGUEIREDO, L.C. 1995 A redação pelo Parágrafo. Editora Universidade de Brasília, Brasília.

FORD, D. 2000 Scientific Method for Ecological Research. Cambridge University Press, New York.

KREBS, C.J. 1989 Ecological Methodology. Harper & Row, New York.
MOREIRA, M.A. Fundamentos do Sensoriamento Remoto e Metodologias de Aplicação. 2 ed. Viçosa, UFV, 2003. 307 p.

MYEONG, S.; NOWAK, D.J.; HOPKINS, P.F.; BROCK, R.H.; Urban cover mapping using digital, high-spatial resolution aerial imagery. Urban Ecosystems. v.5,p.243-256, 2003.

ORD, J.K; PATIL, G.P.; TAILIE, C. 1979 Statistical distributions in ecological work. International Co-operative Publishing House, Fairland.

SEVERINO, A.J. 1980 Metodologia do trabalho científico. Editora Moraes, São Paulo.