Linhas de Pesquisa

Melhoramento Genético de Espécies Florestais Tropicais e Subtropicais

Para assegurar a continuidade dos estudos com excelentes materiais genéticos de espécies florestais tropicais e subtropicais, a linha prioritária de experimentos visa a introdução, a conservação e o melhoramento genético para novas gerações. Aproximadamente, 90% da rede experimental englobam pesquisas sobre melhoramento genético de espécies com potencial econômico da flora nativa e exótica. Desta forma, a estação experimental se transformou num importantíssimo banco de germoplasma, principalmente dos gêneros Eucalyptus e Pinus.
 
Silvicultura e Manejo Florestal
 
Este programa de pesquisa representa 10% da rede experimental. Nele se incluem: teste de espaçamento, teste de adubação, consorciação de espécies, biometria florestal, usos múltiplos e controle de pragas têm contribuído significativamente para o desenvolvimento de práticas silviculturais e, consequentemente, para o desenvolvimento tecnológico no setor florestal.
 
Ambiência
 
Pesquisas sobre a dinâmica natural da flora e da fauna, bem como, o estudo sobre medidas conservadoras da biodiversidade e do meio ambiente têm feito parte da rede experimental desde o início da estação. A estratégia de aliar os interesses científicos com a conservação ambiental já possibilitou a recuperação de áreas degradadas, principalmente, em áreas de preservação permanente e em reserva legal.
 
Tecnologia Florestal
 
A demanda crescente por produtos de base florestal sustentável tem estimulado o avanço das pesquisas em busca de espécies com potencial econômico para o mercado. Neste sentido, as florestas plantadas da rede experimental tem sido uma importante fonte de material genético para pesquisas de vanguarda.